Verificações

Camila Vaz, Advogado
Camila Vaz
OAB 0/BA

Autor (Desde Mar 2015)

Comentarista (Desde Mar 2015)

PRO
Desde January 2016

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 10%
Direito do Consumidor, 10%
Direito do Trabalho, 10%
Direito Tributário, 10%
Outras, 60%

Comentários

(79)
Camila Vaz, Advogado
Camila Vaz
Comentário · há 14 dias
Amor não é obrigatório, mas abandono afetivo deve gerar dano moral sim! A criança não foi feita sozinha e o constituição define o cuidado como valor jurídico, logo é obrigação do pai é de também educar e acompanhar. Se esse ato é ignorado, isso fere a constituição, e se fingir que não tem filho, pagando apenas a pensão alimentícia, causar dor e sofrimento na criança, ela deve ser indenizada sim! Afinal, a obrigação de cuidar e amar é do casal.
O civilista Rodrigo da Cunha já dizia: Se um pai ou uma mãe não quiserem dar atenção, carinho e afeto àqueles que trouxeram ao mundo, ninguém pode obrigá-los, mas a sociedade cumpre o papel solidário de lhes dizer, de alguma forma, que isso não está certo e que tal atitude pode comprometer a formação e o caráter dessas pessoas abandonadas, afetivamente. E sobre isso, eu concordo plenamente.
Não é certo não pagar pensão e deixar faltar alimento para criança, também não é correto não ser presente e deixar faltar referência paterna na relação.

Perfis que segue

(219)
Carregando

Seguidores

(3,996)
Carregando

Tópicos de interesse

(66)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Camila
(071) 9165-42...Ver telefone

Camila Vaz

(071) 9165-42...Ver telefone

Entrar em contato