jusbrasil.com.br
22 de Setembro de 2017

Ganhou medalha na Olimpíada? Prepare-se para o imposto

Americanos têm de pagar tributos sobre o valor da condecoração e do prêmio em dinheiro.

Camila Vaz, Advogado
Publicado por Camila Vaz
ano passado

Ganhou medalha na Olimpada Prepare-se para o imposto

Algumas coisas são certas na vida. Conquistar uma medalha olímpica não é uma delas, mas ter de pagar imposto se você ganhar uma é — pelo menos para os atletas americanos competindo na Rio-2016. Independentemente de onde os cidadãos americanos ganhem dinheiro (mesmo ouro), eles vão pagar imposto nisso. E os atletas americanos participando da Olimpíada do Rio terão de arcar com uma cobrança sobre o valor de cada medalha que eles ganharem, além de uma dedução de imposto nos bônus em dinheiro que eles recebem pela conquista.

Essa cobrança sobre prêmios olímpicos, chamada de “taxa da vitória”, tem sobrevivido até agora a todas as tentativas de derrubá-la. O senador Chuck Schumer já tentou — e falhou — passar uma lei contra esse tipo de imposto. “Nossos atletas olímpicos e paralímpicos deveriam estar preocupados em quebrar recordes mundiais, e não de quebrarem no banco quando eles ganharem uma medalha”, disse o senador em um comunicado este ano.

Ainda de acordo com o texto, “a maioria dos países subsidia seus atletas; o mínimo que nós podemos fazer é garantir que os nossos atletas não sejam atingidos por uma conta de imposto por ganharem”. E acrescenta: “Após uma vitória bem sucedida e duramente batalhada, simplesmente não é certo para os EUA darem as boas-vindas a esses atletas com um imposto sobre aquela vitória”.

Quando se considera o valor do material envolvido, uma medalha de ouro dos Jogos do Rio vale cerca de US$ 564 (ou pouco mais de R$ 1.793, considerando a cotação da moeda americana na sexta-feira), segundo estimativa da revista “Forbes”. Enquanto uma de prata vale, aproximadamente US$ 305 (quase R$ 970).

Os medalhistas também recebem prêmios em dinheiro. São US$ 25 mil para quem ganha medalha de ouro, US$ 15 mil para a prata, e US$ 10 mil para aqueles que levarem o bronze. E esses valores também estão sujeitos a imposto no caso dos americanos.

E, enquanto a taxação sobre cada medalha pode não significar um grande problema para grandes nomes como Michael Phelps — que tem fortuna estimada em US$ 55 milhões —, há outros atletas com bem menos dinheiro, para os quais os encargos representariam uma mordida significativa nos prêmios.


Fonte: OGLOBO

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Esse e o mal de trabalhar! vc paga e caro por gerar dinheiro. Ainda não entendo porque disso mas isso e coisa fora do meu conhecimento. continuar lendo

os Estados Unidos so viu uma brecha no mercado, eles vêm aqui e levam quase todas as medalhas, assim como nos demais países que cedem as Olimpíadas, ou seja, se o Brasil abocanhasse tantas medalhas como o tio sa, seríamos submetidos ao mesmo. continuar lendo

Curioso!
Mais importante ainda da discussão acerca do fato gerador, é a destinação dos recursos arrecadados através da tributação....e lá com certeza a vitória dos atletas são (diferente de uns países por aqui) de verdade benéficas `'a população...... ou alguém dúvida que lá os recurso são melhores empregados? continuar lendo

É interessante notar-se que não existe apenas no Brasil esta tributação estupenda. Abraço. continuar lendo